Apresentado durante a PAX East, a Larian Studios demonstrou pela primeira vez o esperado tão vídeo de gameplay de Baldur’s Gate 3. Para a surpresa de muitos, ele não usará um sistema Real Time With Pause, mas sim um sistema de combate em turnos e também uma opção de câmera em terceira pessoa.

Como tinha sido insinuado no vídeo de anúncio, seu personagem é abduzido e infectado por um parasita de um Mind Flayer. Este parasita te dará novas habilidades, mas também poderá causar problemas dentro e fora do combate. Cabe ao jogador decidir qual caminho seguir – abraçar o parasita ou tentar salvar os Forgotten Realms.

Até então Baldur’s Gate 3 aparenta ser uma boa mistura do estilo de Divinity: Original Sin da Larian com as regras de Dungeons & Dragons. Isso é notável na interface, animação dos personagens e até os ataques. Felizmente o sistema de turnos não usa um grid, movimentação livre como os jogos anteriores da Larian.

O sistema de turnos também pode ser usado para burlar ou desativar armadilhas já que você pode ativá-lo quando bem desejar. Como Swen Vincke da Larian aponta no vídeo, você pode usar o sistema de turnos para tentar se esquivar, por exemplo, de uma bola de fogo que vem em sua direção.

O que mais impressiona é a animação dos personagens, ainda mais para um jogo que ainda tem um longo caminho de desenvolvimento. A quantidade de escolhas no diálogo também não deixa a desejar, ufa. O personagem que Swen Vincke jogava, por exemplo, é um vampiro e os efeitos dele ser um vampiro já são apontados no diálogo.

Uma pena que a Larian escolheu inimigos mais difíceis de serem matados por um personagem de nível baixo, pois a desenvolvedora já demonstrou situações de combate mais interessantes. Por outro lado, era uma apresentação ao vivo e os deuses do RNG não ajudaram muito com um terrível critical miss que fez com que o jogo tivesse que ser reiniciado devido a um bug no sistema de saves.

O vídeo também mostra como diálogos que envolvem carisma ou mentira funcionam. Assim que a oportunidade aparece, você rola um dado digital e caso o número seja igual o similar ao valor necessário para obter êxito, a ação é realizada.

Outra diferenciação entre Baldur’s Gate 3 e os anteriores é a interação do cenário. Muito como Divinity Original Sin 1/2, você pode apagar tochas, usar elementos, como água e fogo, a seu favor. Mas é claro que tudo dentro das regras de D&D 5E.

Baldur’s Gate 3 sai ainda este ano em acesso antecipado com o primeiro ato jogável. As raças confirmadas para a versão de acesso antecipado são:

  • Human,
  • Elf
  • Half-Elf
  • Dwarf
  • Tiefling
  • Drow
  • Half-Drow
  • Githyanki

As classes são:

  • Wizard
  • Cleric
  • Fighter
  • Ranger
  • Rogue
  • Warlock

Tal como Divinity: Original Sin 2, o jogo terá “histórias de origem” com personagens pré-criados para aqueles que tem menos intimidade com o sistema D&D.

A versão final de Baldur’s Gate 3 terá 15 raças e subraças, mais de 8 classes, coop online para até 4 jogadores ou coop local para 2 jogadores.

Gameplay começa em 10:51

Veja o vídeo de gameplay de Baldur’s Gate 3

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.