The Waylanders

Meses atrás eu tinha criticado tanto, mas tanto The Waylanders que eu não tinha a menor esperança que a Gato Salvaje Studio seria capaz de criar um RPG que chegasse aos pés de um Dragon Age. Com a atualização 0.30 lançada nesta segunda-feira (11) eu começo a mudar de ideia.

A atualização “Immersive” como é chamada pela desenvolvedora traz novas “origens” para os personagens e um modo foto. Agora o seu personagem pode ser um soldado Celta, um Druida, um Egípcio, um Diplomata ou protetor Mourian ou até um escravo. Como em todo RPG que se preze, a sua origem te dará acesso a diferentes meios de completar um quest, interagir com o NPCs ou até com o mundo ao seu redor.

O modo foto é justamente o que você imagina. Aperte um botão do seu teclado e tire fotos das áreas de The Waylanders. Pelo menos nisso a Gato Salvaje já acertou a mão pois a ambientação é fantástica. A atualização também traz novas cinemáticas e correções de bugs para as principais quests do jogo. A  lista de alterações pode ser encontrada no fórum do Steam.

Ainda não tive a oportunidade de verificar essas novas “origens” de The Waylanders, mas joguei um pouco de um jogo salvo antigo e já notei que o combate e as opções táticas estão mais variadas e as animações muito mais fluídas — que foi justamente um dos pontos que eu critiquei nas minhas primeiras impressões.

Será isso tudo o suficiente para a Gado Salvaje lançar The Waylanders no outono do hemisfério sul? Não sei, ainda mais depois de tudo que rolou em 2020, mas devo concordar que o jogo deu um baita salto de qualidade.

Vídeos de algumas das novas origens podem ser vistos abaixo:

Druida Celta:

Diplomata Mourian:

Alpha Wolf:

The Waylanders ganha novas opções para criação de personagem

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.