The Hand of Merlin

O que deu nos desenvolvedores que todos decidiram criar jogos baseados na lenda do Rei Arthur? Ano passado foi “Pendagron”, este ano temos “King Arthur: Knight’s Tale” e agora o recém-anunciado “The Hand of Merlin”, previsto para entrar em acesso antecipado em maio.

Desenvolvido pela Room-C Games, ele poda acabar sendo o mais interessante dos citados acima. Ao invés de usar a lenda como palco para um mundo medieval sombrio, “The Hand of Merlin” mistura elementos de ficção científica. Sim, você leu certo, ficção científica.

A história envolve uma jornada de Albion até Jerusalém em busca de fragmentos de múltiplos universos. Ao que tudo indica, o mundo se dividiu em várias partes e cabe ao jogador juntá-las por meio de raras relíquias.

Mas o que me deixa realmente interessado por “The Hand of Merlin” são os roteiristas, Jonas e Verena Kyratzes que trabalharam em Serious Sam 4 e The Talos Principle. Ambos os jogos tem uma história fantástica para seus respectivos gêneros e consigo até imaginar o que eles foram capazes de criar dentro dessa ambientação peculiar.

Já a jogabilidade, como vista nas imagens abaixo, é o bom e velho sistema de combate em turnos, mais um motivo para eu ficar contente. Mais informações sobre o combate e outras mecânicas do game serão reveladas durante o MiX 2021 que ocorre neste domingo (14) no Twitch.

Roguelite “The Hand of Merlin” dará as caras em maio no Steam

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.