Demos que você precisa jogar no Steam Game Festival

A nova edição do Steam Game Festival começou, e com ela veio nada mais nada menos do que 900 demos de jogos que estão para lançar entre 2020 e 2021. A não ser que você tenha tempo livre – muito tempo livre – de sobra, não creio que vá conseguir testar todas. Por isso resolvemos fazer montar uma lista com alguns de nossos favoritos do eventos.

Vale apontar que, como toda lista que fazemos, ordem não equivale a qualidade ou preferência. Você vai encontrar shooters, jogos de estratégia, adventures, gerenciamento, outros que tentam fugir do molde do “que é um jogo”. As demos do Steam Game Festival estarão disponíveis de 16 de junho a 22 de junho e incluiremos mais recomendações na lista, então certifique-se de revisitar a página quando puder!

Ostranauts

Antes previsto para entrar em acesso antecipado na última semana, mas adiado devido ao COVID-19, a demo de Ostranauts (que já tinha sido mostrada durante a PAX) dá uma ótima noção do que esperar do game da Blue Bottle Games. Complexa simulação no espaço, inúmeros sistemas para você tomar conta e desastres esperando para acontecer a cada segundo. Os controles podem ser um pouco não-ortodoxos, mas você pega o jeito em instantes.

Paradise Lost

Anunciado recentemente com um teaser de gameplay, a demo de Paradise Lost é possível a mais curta da lista, mas a história – uma criança que se esconde em um misterioso bunker abandonado da Alemanha Nazista – vale o download pelos visuais e o senso de investigação que ela traz.

Fights in Tight Spaces

Pegue o sistema de prever movimentos de Into the Breach e misture com um sistema de cartas que tanto te limita como te oferece oportunidades para decifrar os “quebra-cabeças” de cada missão. Fights in Tight Spaces é fantástico em criar tensão e saber como fazer o jogador se sentir no controle da situação. Recomendadíssimo para fãs de estratégia em turno.

Balsa Simulator Model Flight Simulator

Você gosta de Kerbal Space Program? Imagine ele só que voltado para aeromodelismo, essa é a ideia de Balsa Flight Model Simulator. A quantidade de partes da versão demo pode não mostrar todo o potencial do jogo, mas é suficiente para você criar modelos bizarros e vê-los caírem do céu das maneiras mais absurdas possíveis.

Sail Forth

Igualmente relaxante e intenso, Sail Forth é para aqueles que gostam de geração procedural, construir navios e não tem paciência para jogos como Sea of Thieves. A palheta de cores traz uma tranquilidade que só. Isto é, até você ser atacado por piratas e ter que defender o seu barco. Vale a demo e ficar de olho no desenvolvimento.

Art of Rally

Da equipe que trouxe Absolute Drift, Art of Rally mantém o princípio de “relativamente fácil de aprender” mas com a devida complexidade para um jogo de rally. Um feito incrível tendo em vista que a visão é top-down e eu não tenho o costume de ser bom nesse tipo de jogo.

Trepang2

De um ponto de vista de combate, Trepang 2 é o sucessor espiritual de FEAR. A demo, uma ligeiramente atualizada da mostrada no final de 2019 conta com um novo modo horda e refinamentos na movimentação. Se você gostou de FEAR, mas não tem paciência para rejogá-lo ou aturar a história mediana, essa é a melhor opção no momento.

HROT

Steam Game Festival

Shooter retro que não esconde a sua inspiração em DUSK e o renascimento desse subgênero nos últimos anos. É terrivelmente ambicioso – algo de se esperar vindo do Leste Europeu – e bizarro o suficiente que merece uma investigada. Além do que, tem um cavalo com uma máscara de gás. O motivo? Não tenho a menor ideia

Snowtopia: Ski Resort Tycoon

Não imaginei que um gerenciador de resort de Ski seria tão relaxante e com tantos nuances que o faz bater de frente com os gigantes da indústria. Não deixe se levar pelos visuais simplísticos de Snowtopia, ele mostra que gerenciamento pode ser muito mais do que Cities: Skylines, Planet Zoo e outros do gênero.

Starmancer

Anunciado quase na mesma época que o já em acesso antecipado Space Haven, Starmancer bebe da mesma fonte que ele e o finado Spacebade-DF9. Construa uma estação espacial, lide com habitantes com diferentes personalidades e tente não matar todos sufocados porque você esqueceu de verificar a quantidade de oxigênio disponível. Ou seja, Rimworld no espaço.

Crown Trick

Steam Game Festival

Estou em dúvida se coloco Crown Trick como estratégia em turnos, roguelike, JRPG ou tudo junto. A realidade é que essa mistura de gêneros, por mais parecidos que possam ser, resultam em um belo jogo com uma progressão que depende de habilidade e conhecimento de cada ataque dos inimigos. De quebra você ainda leva um visual fantástico para acompanhar.

The Red Solstice 2: Survivors

A tão aguardada, ao menos por mim, sequência do jogo de estratégia em tempo real onde você defende uma estação contra hordas de monstros em marte está tão apetitosa quanto eu esperava. A demo permite que você jogue em modo coop com até quatro jogadores, mas não espere que completá-la vá ser fácil. A versão final – ainda sem data – terá companheiros como IA caso prefira partidas solo.

She Dreams Elsewhere

Steam Game Festival

Assumo um leve preconceito da estética de She Dreams Elsewhere, junto com a sua premissa – a de culpa – antes de jogar a demo. O resultado não poderia ter sido mais diferente, o visual 1-bit com toques de Earthbound e a narrativa andam de mãos dadas para contar uma história que tem tudo para ser emocionante.

We Should Talk

O curto adventure com grande ênfase na narrativa é tudo sobre como conversamos e como tais palavras podem ferir os sentimentos ou alterar a percepção que as pessoas têm de você e do mundo. Não é pedante, nem permissivo ou punitivo – mas te faz pensar muito bem sobre como você atua dentro de uma sociedade em constante evolução.

The Almost Gone

Steam Game Festival

Outro que quase saiu da lista por tratar de temas de culpa e tragédia, mas The Almost Gone é capaz de fugir dos terríveis maneirismos que os jogos vêm abordando as temáticas com puzzles e reflexões sobre o cotidiano.

Conscript

Apesar de estar no Steam Game Festival, Conscript está com uma campanha no Kickstarter também. O game de terror top down traz requintes de Silent Hill e Darkwood – dois incríveis jogos que eu recomendo a todos. A ambientação, a batalha de Verdun durante a Primeira Guerra Mundial, faz com que ele se destaque entre os jogos de terror.

Asylum

Steam Game Festival

Desenvolvido pelo argentino Agustín Cordes, o mesmo de Scratches, Asylum é um point ‘n click de terror que não esconde as suas influências de clássicos e ainda assim consegue reter uma estética e ambientação própria. É sombrio na medida certa e não enrola você com puzzles terrivelmente complexos. Teste a demo pela história

In Sound Mind

Menos aterrorizante do que pensava, mas ainda assim pavoroso, a demo do jogo de terror / shooter é intensa e curta. Manequins que se mexem, alucinações e outros clichês não prejudicam o que pode ser um bom jogo quando for lançado em 2021.

Lore Finder

Steam Game Festival

Lore Finder é o único Metroidvania da lista por um bom motivo: como ele lida com a realidade e as alucinações que consomem o jogador. No controle de K.C. Morgan, você explora uma mansão em busca de seu pai. Quanto mais você descobre seus segredos por meio de pergaminhos ou anotações, mais coisas bizarras começam a aparecer no cenário. O combate pode ser um pouco lento para quem está acostumado com Metroid ou afins, mas vale a pena pela ambientação.

Bloom: Memories

Steam Game Festival

Bloom: Memories é parte RPG, parte adventure e parte um pequeno conto sobre viver em harmonia com a natureza. Não espere muito combate dele, mas a estética reminiscente dos jogos do final dos anos 90 / começo dos anos 2000 junto com a peculiaridade da trama implora para que ele seja jogado por mais pessoas.

Tenderfoot Tactics

Steam Game Festival

Inspirado por Final Fantasy Tactics mas com uma estética única, Tenderfoot Tactics já está no meu radar há meses. O combate dele pode parecer simples, mas jogue um pouco e você verá que é justamente o contrário. Bônus para a incrível transição da exploração do mapa aberto para a camada tática.

Pendragon

Steam Game Festival

Estratégia em turnos junto com narrativa? Só mesmo a Inkle para fazer isso funcionar. A história se passa em 673AC e você tem de se aliar aos cavaleiros da távola redonda e chegar até o Rei Arthur ante que ele confronte a sua batalha contra Sir Mordred.

O sistema de combate em turnos, além do típico sistema de pontos de vida e ataques, tem um lado narrativo. Cada ação, como eliminar um soldado inimigo, molda a história. Portanto, se você jogar com a rainha Guinevere, ela pode se sentir culpada após matar alguém. Com Lancelot, a história pode ser bem diferente.

The Riftbreaker

Você jogou Factorio mas achou o trabalho de logística um pouco cansativo demais e queria mesmo é destruir a espécie nativa do planeta? Primeiro você é um monstro, segundo Riftbreaker cumpre muito bem essa proposta. Estabeleça linhas de energia e logística sem tanta complexidade e use um robô na mistura de Tower Defense com extração de materiais.

Rise of Humanity

Steam Game Festival

Apesar de ser mais um “deckbuilder”, Rise of Humanity é uma mistura de elementos como os hexágonos de Civilization e outros jogos de estratégia em turnos e o uso de cartas tanto da parte do jogador quanto dos inimigos. Quanto mais inimigos destruídos por missão, mais cartas você ganha.

Fight Crab

Steam Game Festival

É um jogo onde caranguejos lutam com facas, espadas e andam de lambreta. Preciso dizer mais alguma coisa?

Sugestões da comunidade

Achou que faltou algum na lista? Deixe a sua recomendação e nós a colocaremos!

Demos que você precisa jogar no Steam Game Festival

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.