Thronebreaker

Ainda não entendeu exatamente como funciona Thronebreaker: The Witcher Tales? Tudo bem, eu também fiquei assim por um bom tempo. O novo vídeo de gameplay divulgado pela CD Projekt RED nesta semana explica o que você pode esperar ao navegar pelo mapa, melhoria de cartas e o acampamento de guerra.

O game conta a história de Meve, rainha de Lyria e Rívia que – perante uma invasão de Niflgaard – volta para os campos de batalha para impedir isto. Isso se traduz em você controlar Meve enquanto ela explora os Reinos do Norte em busca de aliados, recursos e materiais para o seu acampamento de guerra.

O combate é derivativo do jogo de cartas Gwent, onde as principais diferenças ficam para o sistema de melhoria de cartas com recursos obtidos no mapa e uma árvore de habilidades — acessível pelo seu acampamento de guerra. Também há cartas especiais que podem ser obtidas pelo mapa, contando que você elimine algum monstro imenso que a protege.

Como já é de costume da CD Projekt RED, a história de Thronebreaker – assim como foi em The Witcher – promete reviravoltas e decisões que impactarão a jornada tanto a curto como a longo prazo. Seja a moral dos exércitos ou o ganho (ou perda) de um novo aliado, cartas especiais, etc.

Gosto bastante de Gwent como um jogo de cartas e aprecio o esforço da CD Projekt RED em criar Thronebreaker para quem prefere campanhas single-player elaboradas, coisa que eu sinto muita falta em outros games (Magic The Gathering: Arena, Faeria).

Thronebreaker será lançado em 23 de outubro por R$99,99 via GOG.

Vídeo mostra aspectos de gerenciamento e exploração de Thronebreaker: The Witcher Tales

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.