Sei que um vídeo de pouco menos de um minuto diz “mostrar” o sistema de criação de personagem de um RPG é absurdo, mas foi isso que a equipe de “The Waylanders” – previsto ainda para este ano decidiu fazer em seu novo vídeo.

Ainda assim, dá para ter uma noção básica de que tipos de classes e raças estarão disponíveis no lançamento. De acordo com a desenvolvedora, você começa com seis classes-base: Warrior, Guardian, Rogue, Ranger, Sorcerer e healer. Já as raças são Humans, Morians, Werewolfs e Half-Fomorians.

Dessas destaco os Half-Formorians e os Werewolfs. Os Half-Formorians são descendentes de gigantes e se destacam pelo seu potencial em combate corpo-a-corpo. Já os Werefolfs – os até então “tradicionais” – lobisomens não mudam de aparência como se é esperado, mas sim trazem características como maior agilidade durante o combate ou bônus em destreza.

Como tem sido padrão há anos em RPGs, e ganhou ainda mais destaque depois da ressurgência de jogos como Pillars of Eternity, Pathfinder, Divinity: Original Sin 2 e tantos outros, The Waylanders vai oferecer um sistema de “história de origem” para os seus personagens.

Essa história definirá como o seu personagem vai responder a certas atitudes tanto do protagonista como o de NPCs. Você poderá ser, por exemplo, um druida Céltico com uma aptidão natural para magia, enquanto um soldado Céltico se especializa em combate, mas as suas viagens pelo continente o deixou mais aberto em relação a diferentes culturas e estilos de vida.

Por falar nelas, ser um egípcio também vai ser uma opção no jogo. A história é que o reino de Brigantia e o Egito tem sido parceiros comerciais há séculos. Esse pano de fundo coloca o personagem que você criou como um antigo companheiro de viagens da rainha Escota de Brigantia.

Óbvio que nem tudo são flores então caso prefira (não sei porque), o seu personagem pode ter vindo de uma vida de escravidão. Após ficar anos como escravo e mercenário dos Mourians, esse personagem chegará em Brigantia como um guarda-costas. É sem dúvidas uma opção para quem já é experiente em RPGs, pois muitos moradores de Brigantia não têm uma boa visão dos Mourians; de certo algum tipo de conflito surgirá disso.

A Gato Salvaje Studio também reforçou que o combate de The Waylanders terá um sistema de formações especiais que garantirem bônus de ataque, habilidades únicas ou transformações para classes específicas. Há como ver uma parte desse sistema em ação no vídeo; espero que eles lancem um com mais detalhes em breve.

Vídeo de “The Waylanders” mostra criador de personagem

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.