Ironclad

Em nota, a Evil Twin Artworks, desenvolvedora de Victory at Sea anunciou que o mais novo jogo da franquia – Ironclad – estará disponível a partir de 25 de fevereiro no Steam Early Access. Preço no Brasil ainda não foi divulgado.

Ironclad é o primeiro jogo que abandona o teatro da Segunda Guerra Mundial para se voltar a Guerra Civil dos Estados Unidos. Ele ainda mantém o estilo de “Grand Strategy” para a sua campanha, mas devido à natureza do conflito e a tecnologia da época, ele terá batalhas tanto em alto mar quanto em rios já que esses foram alguns dos principais meios que as tropas da União e os Confederados usaram como linhas de suprimento.

Sendo assim, Victory At Sea: Ironclad dará uma maior ênfase na parte logística. Você terá de enviar cargas via rios mas também defender as mesmas de possíveis emboscadas do inimigo. De acordo com a Evil Twin Artworks, posicionamento e manutenção dos navios será ainda mais crucial.

Eu não tenho muito interesse na Guerra Civil dos Estados Unidos, mas tenho uma grande curiosidade nas batalhas navais que ocorreram durante o período. Ainda mais se levar em conta que era uma época de transição entre os peculiares Ironclads, navios que dão nome ao jogo, e as embarcações que começaram a dar as caras no começo do séc XX.

A versão de acesso antecipado de Victory at Sea: Ironclad virá com a campanha da União e suas mecânicas como a melhoria de portos e o sistema de logística assim como a maioria dos navios já presentes. A campanha dos Confederados e batalhas personalizadas serão lançadas posteriormente. É estimado que ele fique em acesso antecipado de dois a quatro meses.

Uma pena eu ter perdido a chance de testar a versão demo deste jogo durante o Steam Festival, pois gosto muito da série apesar de achar a interface um tanto difícil de navegar. Espero poder tê-lo em mãos o quanto antes para trazer as minhas impressões para vocês.

Victory at Sea: Ironclad entra em Early Access dia 25

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.