World of Tanks

As duas últimas semanas tem sido movimentado para quem é fã de tanques e shooters free-to-play. Após a Gaijin disponibilizar a atualização 1.77 e lentamente começar a adentrar tanques dos anos 80, a Wargaming lançou nesta quarta-feira (21) a versão 1.0 de World of Tanks. Com ela vem um novo motor gráfico, inúmeras mudanças nos mapas anteriores, um novo mapa e servidores na américa latina.

Mesmo como alguém que joga ocasionalmente, as mudanças na textura e iluminação são definitivamente notáveis. Certos mapas agora possuem maiores detalhes no fundo, o retorno visual do impacto de disparos ou da movimentação dos tanques na água foi refeito e outros pequenos detalhes – como a inclusão de novas fontes de luz e pedregulhos mais detalhados –  dão um novo “ar” ao jogo.

Enquanto que a jogabilidade permanece, em grande parte, idêntica a versão 9.x, as mudanças nos mapas são um dos principais destaques da atualização. Muitos deles tiveram seus “chokepoints” alterados, certos caminhos reajustados e obviamente refinados com novas texturas e detalhes. A lista completa do que foi alterado, como em mapas como baía dos pescadores ou Fjord, estão disponíveis no site oficial.

Vale apontar que as mudanças gráficas não afetam aqueles com máquinas mais fracas, pois os requisitos mínimos continuam os mesmos. Ou seja, se você jogava sem problemas antes, continuará a jogar sem problemas – quem sabe até vale arriscar aumentar alguns parâmetros como iluminação ou sombras.

Bom, queria um motivo para reinstalar World of Tanks e ele chegou. Vamos ver por quanto tempo irei me entreter na eterna guerra de tanques (e não me irritar com o sistema free-to-play).

Versão 1.0 de World of Tanks traz novo motor gráfico e mapa

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.