Othercide

Até então eu tinha entendido que Othercide teria um combate em turnos mais “elaborado” com buffs e debuffs, mas após ver o trailer dos chefões — lançado na última semana — e estudar como os turnos funcionam, eu fiquei ainda mais intrigando.

Além de aterrorizantes, e com nomes que parecem ter saído de algum módulo de Warhammer como “The Maid’s Lullaby” ou “The Child’s Fable”, o vídeo é o melhor jeito que tenho para explicar o combate de Othercide. Além de ser em turnos, ele usa um sistema de linha do tempo que pode ser não só modificada por buffs ou debuffs, mas pelas próprias ações do jogador.

Digamos que você irá causar um ataque em área por três turnos. Esse ataque em área continuará a ser usado nessa linha do tempo mesmo que os inimigos já tenham saído da área onde ele é efetivo. Isso introduz toda uma camada de timing e entender os pontos fortes e fracos dos inimigos de um jeito que eu não esperava.

Outro ponto a ser levantado é o quão “brutal” é o jogo da Lightbulb Crew. A desenvolvedora espera que você falhe, morra, perca personagens e pouco se importa se você vai conseguir completar a campanha ou não. Tudo indica que é para “masoquistas” que amam XCOM (seja o novo ou o antigo) nas dificuldades mais altas.

Otherside sai nesta terça-feira (28) para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Trailer divulga os chefões de Othercide

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.