Underworld Ascendant

Eu não estou com um, mas uns dez pés atrás quando se trata de Underworld Ascendant. O game, resultado de um Kickstarter de 2015 teve seus altos e baixos, e inúmeras mudanças de direção em relação a como ele é jogado sem tentar perder a “essência” de Ultima Underworld. Pelo o trailer de lançamento, o resultado não parece ser o que eu imaginava.

A liberdade – algo que é enfatizado pelos tais chamados Immersive Sims (Thief, Deus Ex, Dishonored) – está presente. Underworld Ascendant parece promover diferentes soluções de acordo com o seu estilo de jogo e vem com toda aquela promessa de “criatividade acima de tudo”. São os momentos de combate corpo a corpo e o uso de arco-e-flecha que me preocupam. Pois Ascendant parece mais um daqueles jogos de RPGs genéricos com um combate travado.

Mas nem tudo é terrível, o sistema de magias baseado em runas – que permite você usar magias mesmo que não as tenha aprendido propriamente – está de volta e provavelmente pode ser o ponto alto do jogo. Dedos cruzados para que não seja a decepção que foi Bard’s Tale IV.

Underworld Ascendant será lançado em 15 de novembro no PC.

Trailer de Underworld: Ascendant aposta em magias e variedade em habilidades

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.