The Hand of Merlin

Em nota, a Room-C Games anunciou que “The Hand of Merlin”, o rugelike que mistura fantasia e elementos de ficção científica (sim, você leu certo) estará disponível via Early Access no Steam, GOG e Epic Games Store a partir de 11 de maio. Preço no Brasil ainda não definido.

Com um sistema de combates em turnos, o jogo mistura a lenda do rei Arthur com sci-fi. A narrativa é encabeçada por Jonas Kyratzes e Verena Kyratzes — ambos veteranos da indústria que trabalharam em jogos como The Talos Príncipe, Serious Sam 4 e The Sea Will Claim Everything.

Se eu estou tranquilo em relação a história ser de boa qualidade, eu estou um pouco duvidoso sobre a progressão do jogo. O jogo começa em Albion e te leva em uma jornada até Jerusalém. Cada escolha tomada pelo jogador é definitiva — o que é interessante — mas o sistema de combate em turnos é soa um pouco desapontador.

Ainda que não use o tradicional sistema “XCOM”, “The Hand of Merlin” usa um sistema de armadura / vida tal como jogos como Divinity: Original Sin e The Banner Saga. Ele sempre foi interessante em tese para mim, mas tende a arrastar as lutas de forma desnecessária. Torço para que isto seja contrabalanceado com habilidades poderosas.

A previsão da C-Rom é que “The Hand of Merlin” fique por mais 4 a 6 meses em Early Access. A versão inicial conta com 9 heróis, 18 magias e 32 tipos de inimigos. A desenvolvedora não estimou um tempo total para você completar tudo desta versão, mas considerando que ele é um roguelite, espere morrer bastante.

Teremos impressões sobre ele assim que possível.

Early Access de “The Hand of Merlin” começa dia 11

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.