Qual é a decisão mais segura para um jogo sobre sobreviver em Marte cujo conceito “sobreviver” e explorar a superfície do planeta vermelho é envolto de monotonia? Transformá-lo em uma nova Terra, é claro. É nessa pegada que a Paradox e a Haemimont Games anunciam a segunda expansão de Surviving Mars, Green Planet. Ela está prevista para o segundo trimestre para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

O principal atrativo da expansão é obviamente a opção de “terraformar” Marte, criar uma atmosfera que atenda as necessidades humanas e dar acesso ao uso de fazendas – previamente limitadas a plantações verticais. A expectativa é que a expansão traga mais complexidade para o mid e late game também via a introdução de projetos especiais, sete novas Wonders e novos desastres naturais.

A pergunta que fica é a mesma que eu fiz na minha análise de Space Race: vai ser o suficiente? Perdoe-me duvidar da capacidade da Haemimont Games, ainda mais com a experiência dela com Tropico, mas ainda não vejo como nenhuma dessas funções vai criar uma conexão mais duradoura com os humanos que eu enviar para Marte. Como a desenvolvedora também mencionou uma gigantesca atualização a ser lançada junto com a expansão, torço para que ela venha recheada de facções e traços mais humanos para os habitantes do planeta.

Surviving Mars: Green Planet deixará você alterar a superfície de Marte

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.