Starpoint Gemini 3

Levando em conta quão pequena é a Little Green Men Games, fiquei impressionado que em um período de seis meses a desenvolvedora saiu da fase pré-alpha / alpha de Starpoint Gemini 3 e lançou nesta segunda-feira (23) a sua versão beta em acesso antecipado no Steam.

Não falo daquele “beta” onde mais parece uma demonstração do que outra coisa. A quantidade de adições feitas para Starpoint Gemini 3 são tão longas que é melhor você verificar a página do Steam para dar uma olhada aprofundada.

Do que eu joguei dessa nova versão, o que era um jogo em muitos aspectos raso, está começando a tomar forma. O novo sistema de quests – e a narrativa delas em si – é mais envolvente, você tem muito mais peças para a sua nave e o sistema de mira e navegação foi aprimorado.

Entretanto, Starpoint Gemini 3 ainda retém aquele estilo menos caótico e mais próximo a Freespace do que Rebel Galaxy Outlaw cuja inspiração foi Wing Commander Privateer. Para mim está ótimo, gosto que posso navegar pelo mapa sem esbarar em 30 bandidos diferentes (apesar de já ter irritado sem querer umas das maiores facções do jogo) ou realizar transporte de carga sem a lentidão ou necessidade de estar conectado em um servidor como em Elite: Dangerous.

Claro que há muito trabalho pela frente para Starpoint Gemini 3 ficar “redondinho” e creio que a Little Green Men Games agora vá se focar em preencher o jogo de conteúdo. Espero que isso signifique o tão comentado sistema modular para a sua nave. Ele já está presente, só torço para que ele seja expandido para algo além de “aqui está um chassis e escolha qual arma você quer usar”. Quiçá um meio termo entre a franquia X e o Starpoint Gemini clássico.

Starpoint Gemini 3 atinge fase beta

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.