Space Hulk

Será que agora vai? Queria falar “Tudo indica que sim”, mas depois de duas adaptações do Board Game Space Hulk – um fiel demais ao original, e a outra fiel de menos – não consigo acreditar em mais nada. Mas a Games Workshop e a Focus Home Interactive não desistem e agora Space Hulk: Tactics da Cyanide quer tomar a coroa. Bem, se é que tem uma né? O vídeo mais recente finalmente mostra o jogo em ação, e detalha a personalização e mecânicas.

A novidade começa na da campanha não-linear que vai ser separada entre os Blood Angels e os Genestealers, sedimentando a primeira vez que os aliens são uma facção jogável em Space Hulk. Já para a jogabilidade em si, bem, é Space Hulk – corredores apertados, Genestealers e turnos.

Ações, que variam de abrir portas para atirar, requerem pontos de ação, que são deliberadamente extremamente limitados por turno. A Cyanide quer contrabalancear isso com o novo sistema de cartas, que permite ações especiais (buffs nas unidades ou no esquadrão) ou a conversão dessas cartas em pontos de ação, sendo então necessário encontrar equilíbrio e decidir quais cartas manter ou descartar.

É um conceito que eu estou decididamente disposto a dar uma chance, pois o board game sabia muito bem equilibrar risco / recompensa, espero que uma versão digital finalmente consiga fazer isso. Além do que, é Warhammer 40K, óbvio que eu vou jogar.

Space Hulk: Tactics sai ainda esse ano para PC, PlayStation 4 e Xbox One

Space Hulk: Tactics terá campanha não-linear, veja vídeo de gameplay

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.