Master of Magic

A Slitherine claramente anda por um período de “revival” de franquias antigas. Primeiro foi Close Combat e Fantasy General II – ambos com seu lançamento previsto para 2019. Agora a desenvolvedora anunciou nesta semana a obtenção dos direitos da franquia Master of Magic.

O nome pode não significar muito hoje em dia, mas como Master of Orion, Master of Magic foi por muito tempo referência em como desenvolver jogos de estratégia 4X com elementos de fantasia. Em parte, é graças a ele que temos jogos como Age of Wonders, Elemental, Fallen Enchantress e tantos outros.

A Slitherine, no entanto, ainda não revelou quais são os planos para a franquia. Mas, se formos analisar a atual mentalidade da empresa, eu não ficaria surpreso se uma sequência fosse anunciada. Mas uma sequência para Master of Magic é como pisar em ovos – tem de ser feita com muitíssimo cuidado. Caso não, acaba como o reboot de Master of Orion de 2016, algo sem alma e que não chegou sequer aos pés do original.

Se você nunca viu o original em ação, aqui vão algumas imagens. Vale reforçar que foi lançado em 1995, então os visuais e a interface não estão nem perto da usabilidade que temos hoje em dia. Pessoalmente? Ainda acho bem charmoso.

Slitherine adquire direitos da franquia Master of Magic

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.