Endless Mission

Que coincidência bizarra, hoje mais cedo eu estava pensando sobre o pouco de informações que tinha sobre Endless Mission – o sandbox onde você pode criar os seus próprios jogos – mesmo ele tendo sido anunciado faz tempo. Por um instante achei que seria mais um projeto abandonado, mas a desenvolvedora “Endless” e a E-Line Media confirmaram nesta semana que ele entrará em acesso antecipado em 14 de novembro. Preço ainda não foi divulgado.

O projeto segue a linha de jogos de criação estabelecidos por Little Big Planet, Ylands e o exemplo mais famoso no momento, Dreams. Ele conta com uma série de ferramentas que permitem você criar jogos de estratégia, shooters, jogos de corrida e outros gêneros.

Apesar de não ser uma pessoa muito criativa no que diz respeito a esses tipos de jogos, a suíte de ferramentas de Endless Mission – demonstrada no canal deles do Youtube – é muito mais robusta do que eu esperava. O editor lembra bastante uma cena de Unity / Unreal Engine e todoss os ícones aparentam ser “simples” o suficiente para aqueles que não estão acostumados com ferramentas de criação.

A pergunta que permanece é a de sempre: O conceito é interessante e válido, mas quem é que se beneficia mais dessa plataforma. Os jogadores ou a E-Line media? Há como “publicar” os jogos para outras pessoas, mas tendo em vista que é uma tarefa árdua independente do grau de complexidade do seu jogo, não valeria mais a pena começar com um mod kit gratuito? Ainda fico bem confuso sobre qual é o público-alvo de Endless Mission, coisa que só o tempo vai dizer.

Sandbox Endless Mission entra em acesso antecipado dia 14

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.