Warpips

Olha, eu já ouvi essa história de jogos de estratégia com partidas curtas “fáceis de aprender” mas “difíceis” de serem 100% compreendidos. Na maioria das vezes isso é uma grande balela, mas eu vou dar o braço a torcer para o recém-anunciado Warpips pelo seu visual e premissa.

Em desenvolvimento pela Skirmish Mode Games e previsto para entrar em Early Access nesta quinta-feira (29), Warpips é mais um jogo de “cabo-de-guerra” e batalha de trincheiras do que um jogo tradicional de estratégia em tempo real. Você escolhe a composição do seu exército a partir de 24 unidades e as coloca para enfrentar o oponente.

O que dispara o meu interesse em Warpips não é a tal da “ausência de microgerenciamento”, mas sim nas ações táticas que você deve fazer durante a batalha. O trailer de anúncio mostra um variado sistema de upgrade e dezenas de defesas contra as forças inimigas – de barricadas básicas, arames farpados até torres automatizadas. Acredito que isto venha a ser o grande diferencial de Warpips. Se eles forem capazes de diferenciar cada mapa o suficiente, vai ser um ótimo jogo de estratégia para relaxar.

A previsão é que ele fique em Early Access por ao menos mais seis meses para balanceamento de unidades e refinamento de certas áreas. A versão que estará disponível em 29 de abril já virá com 50 mapas de campanha, um modo skirmish e geração procedural de mapas.

Agora, se vocês procuram um jogo de estratégia com mais escopo do que Warpips, eu recomendo Tooth and Tail.

RTS “Warpips” promete partidas curtas sem perder complexidade

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.