Solasta

Em nota, a Tactical Adventures confirmou que a atualização prevista para 13 de julho de Solasta: Crown of the Magister, que virá com a classe “The Sorcerer”, também incluirá uma tradução em português do Brasil para o game.

A classe, que foi uma das recompensas do Kickstarter feito em 2019, chegará com três arquétipos: Draconic Sorcerer, Mana Painter e Child of the Rift. Ao contrário dos Wizards do game, eles não possem tanta capacidade de memorizar magias, mas compensam com a chance de usar carisma como modificador para o dano pelas magias.

Dos três arquétipos mencionados pela Tactical Adventures, o que mais me interessa é o “Mana Painter” já que condiz bastante com a trama principal do RPG – a “escassez” de mana após o evento do Cataclisma que destruiu a civilização dos elfos – e a capacidade do arquétipo de drenar magia tanto de objetos inanimados quanto de seus oponentes. Tendo em vista que eu já joguei uma boa parte da campanha, tenho certeza que algumas batalhas teriam sido mais fáceis com um Sorcerer na minha parti.

Além disso a desenvolvedora confirmou três novos ambientes para o Dungeon Maker e um modo Iron Man, o típico “você tem só um save e boa sorte”.

Até onde eu joguei, Solasta: Crown of the Magister tem uma história um tanto genérica, mas compensa por ter uma das melhores “adaptações” das regras do SRD 5.1 – a versão de Dungeons & Dragons que pode ser usada por qualquer um sem pagar direitos autorais. Fora ele, apenas o pouco conhecido Low Magic Age traz uma implementação tão boa.

Recomendo ainda mais se você gosta de batalhas com bastante verticalidade e campanhas personalizadas, pois a possibilidade de criar suas próprias dungeons já encheu a comunidade de ideias e há dezenas de campanhas tanto no Steam Workshop quanto no Mod.io.

Solasta: Crown of the Magister está disponível para PC via Steam e GOG

RPG “Solasta: Crown of the Magister” terá tradução para português dia 13

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.