Evertried

Estou com meus olhos grudados em Evertried desde que a Dangen Entertainment e a Lunic Games divulgaram seu primeiro trailer. Na última semana a editora e a desenvolvedora confirmaram que ele será lançado em 21 de outubro tanto para PC quanto para consoles (PS4, Xbox One, Switch). Uma demo está disponível por tempo limitado durante a Tokyo Game Show no Steam.

Como se o termo “roguelite” já não fosse suficiente para me atrair, ele propôe um sistema de combate de turnos focado em uso de combos para vencer cada cenário. Ao contrário de um roguelike tradicional, onde cada inimigo se move de acordo com a sua agilidade, os inimigos de Evertried se movem ao mesmo tempo após o jogador tomar uma ação.

Pelo o que dá a entender, a ideia é fazer com que cada arena seja um grande quebra-cabeça que fica cada vez mais difícil na medida em que você progride em uma torre composta por 50 andares divididos em 5 áreas. Cada uma dessas áreas, é claro, tem um chefão para derrotar.

O que Evertried não tem, ao menos não em demasia, é metaprogressão. Suas habilidades melhoram com cada run mas não existe um sistema onde você irá “magicamente” ter mais pontos de vida ou ser capaz de limpar três ou quatro andares sem refletir sobre quais ações você irá fazer no tabuleiro.

Pelo o que eu joguei da demo, a Lunic Games tem um baita jogo nas mãos e eu torço muito para que as pessoas deem uma chance a ele, ainda mais vindo de um estúdio brasileiro. O valor será de US$19,99. Preço no Brasil ainda não foi divulgado.

Roguelite “Evertried” é confirmado para 21 de outubro, demo está disponível no PC

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.