The New Colossus

Com quatro dias até o lançamento, a Bethesda, via seu blog oficial divulgou os requisitos mínimos e recomendados para a versão PC de Wolfenstein II: The New Colossus. Em linha com seus outros games, como The Evil Within 2 e Dishonored, uma série de opções avançadas também estarão disponíveis.

Os requisitos estão bem similares ao que é visto em Evil Within 2, não muito surpreendente tendo em vista que ambos os games usam alguma versão modificada da IdTech 5. Sem mais delongas, aqui vão eles:

Requisitos mínimos:

  • Processador: Intel Core i7-3770/AMD FX-8350 ou melhor
  • Placa de vídeo: NVIDIA GTX 770 4GB/AMD Radeon R9 290 4GB ou melhor
  • Memória RAM: 8 GB
  • Sistema operacional: Win7, 8.1, ou 10 (Versões 64-bit)
  • Espaço em disco: 55GB

Recomendado:

  • Processador: Intel Core i7-4770/AMD FX-9370 ou melhor
  • Placa de vídeo: NVIDIA GTX 1060 6GB/AMD Radeon RX 470 4GB ou melhor
  • Memória RAM: 16 GB
  • Sistema operacional: Win7, 8.1, ou 10 (Versões 64-bit)
  • Espaço em disco: 55GB

Já em relação as opções avançadas, a desenvolvedora Machinegames confirmou suporte a resolução 4K, sem limite de taxa de quatros (excelente para quem tem monitores de 120/144hz), suporte a monitores 21:9 ultrawide e um campo de visão que vai de 70 a 120.

Também foi confirmado o suporte ao Vulkan (API também presente em Doom), e configurações avançadas que permitem ativar ou desativar desfoque de movimento, aberração cromática, cinco opções de Anti-Aliasing (TAA, FXAA, SMAA e TSSAA) e modos de cores alternativas para quem tem daltonismo.

Ao que parece, a Machinegames promete uma ótima versão de PC e tendo em vista que The New Order e Old Blood, apesar de rodarem em uma engine anterior e que tinha muitos problemas, conseguiram ser lançados com poucos bugs, fica aí uma esperança de que o mesmo aconteça em The New Colossus.

Na última semana a Bethesda liberou o trailer de lançamento do game, veja-o abaixo:

Veja os requisitos da versão PC de Wolfenstein II: The New Colossus

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.