Wrath of the Righteous

Após alcançar a marca de pouco mais de um milhão de dólares, a Owlcat Games confirmou que Pathfinder: Wrath of the Righteous terá um sistema de combate em turnos.

Apesar de não ter muitas informações divulgadas, a desenvolvedora já confirmou que o sistema poderá ser ativado ou desativado — voltando para o Real Time With Pause (RTWP) — sem a necessidade de reiniciar o jogo ou até mesmo o combate.

Além dessa adição, o RPGterá dois novos caminhos míticos, a possibilidade de ter um animal como um companion, combate montado, desmembramento de corpos, duas novas classes (Warpriest e Skald), e uma nova raça que será escolhida por aqueles que apoiaram a campanha no Kickstarter. Mais detalhes podem ser encontrados na página do Kickstarter.

Vale lembrar que a campanha de Wrath of the Righteous vai até 11 de março. Quem estiver interessado em apoiar o jogo pode garantir uma chave a partir de US$28,00. Agora se você quiser fazer parte do beta, é bom separar um bom dinheiro pois ele não sai por menos de US$99,00. A previsão de lançamento é 2021, mas não fique surpreso se ele for adiado por uns meses – algo típico para um CRPG desse escopo.

Pathfinder: Wrath of the Righteous terá opção de combate em turnos

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.