Parkasaurus

Deixei muito claro a minha imensa decepção com a superficialidade de Jurassic World Evolution em minha análise. Ver um outro manager de dinossauros ser disponibilizado no Steam – dessa vez Parkasaurus da Washbear – me deixou com um pé atrás. Horas depois e percebi que meus medos eram completamente infundados.

O game do estúdio canadense pegou dicas dos melhores jogos de gerenciamento (Jurassic Park Operation Genesis, Zoo Tycoon, Rollercoaster Tycoon) e aplicou a temática “pré-histórica”. Dinossauros não requerem somente uma área para ficar, mas o seu habitat tem de ser compatível com o que a espécie necessita. Alguns precisam de florestas tropicais, terrenos áridos, áreas de privacidade para reduzir o stress de tantos visitantes e por aí vai.

Ainda que esteja nos seus períodos iniciais – com o modo “sandbox” sendo o maior atrativo – é uma base sólida. Prestava atenção no planejamento do parque para atrair novos visitantes, ajustava os preços dos meus produtos para lucrar mais no fim de cada dia e garantir que eu teria dinheiro para novos dinossauros, tive de lidar com animais “esquentadinhos” que quebraram a cerca e tentaram fugir e coloquei chapéus ridículos neles.

Ainda não há previsão para a versão final de Parkassaurus, a Washbear acredita que o game ficará em acesso antecipado por no mínimo oito meses enquanto ela trabalha em novas funcionalidades como o design de feiras, maior complexidade ao gerenciar de funcionários e novos dinossauros.

Parkasaurus está à venda por R$41,95. Espere nossas primeiras impressões em breve.

Parkasaurus traz adoráveis dinossauros para o Steam Early Access

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.