Buried Debt

Dando continuidade a imensa lista de atualizações previstas para 2019, a Digital Extremes lançou nesta semana o primeiro grande evento de Warframe, a operação Buried Debts. Ela expande a história de Fortuna (já ampliada com a expansão Profit-Taker), traz o frame Hildryn e alterações no combate corpo-a-corpo.

A Hildryn é um interessante frame para quem gosta de ser tank / support. A sua principal mecânica está no uso inteligente dos seus escudos. A habilidade Shield Pillage “suga” os escudos dos inimigos ao seu redor e imediatamente recupera os seus, que então podem ser usados tanto para pistola Balefire como para invocar o Aegis Storm, uma habilidade que faz Hildryn flutuar enquanto seus inimigos são presos em pequenas “bolas de energia” e recebem dano contínuo.

Buried Debts também marca a primeira implementação das mudanças previstas para o uso de armas de curto alcance – como espadas e lanças. Agora é possível um combo mesmo depois de usar uma pistola ou rifle, e o “ground slam” (atacar de cima para baixo) não remove o “momentum”. Anteriormente você ficava “preso” em uma animação fixa, agora ela pode ser interrompida para uma esquiva, deslizar ou imediatamente disparar um rifle assim que atingir o chão.

As mudanças aparentam singelas, mas já repercutem em missões de nível médio / alto. O combate ficou mais dinâmico, e Hildryn é um frame divertidíssimo de se jogar – apesar de começar com os escudos mais baixos do que eu imaginava. Uso de mods para aumentar a recarga dos escudos é primordial para aproveitá-la.

Mais informações sobre o combate estão disponíveis no fórum oficial junto com a lista dos pormenores de Buried Debts — que vão de bounties em Plains of Eidolon a novos itens cosméticos. A atualização deve chegar em breve aos consoles.

Operação Buried Debts está disponível em Warframe

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.