Bannerlord

Depois de entrar em período de testes em meados de dezembro, a TaleWorlds anunciou nesta quinta-feira (6) o lançamento da atualização 1.7.0 de Mount & Blade II: Bannerlord. Além da inclusão de uma tradução oficial para português do Brasil, o jogo finalmente teve o novo sistema de “terreno de batalha” adicionado.

O novo sistema que tinha sido anunciado pela TaleWorlds em agosto de 2021 era, ao meu ver, uma das grandes e mais impactantes mudanças que Bannerlord poderia receber. Onde antes as batalhas do jogo ocorriam em mapas “aleatórios”, agora ele leva em conta o terreno, região e posição do confronto. Ou seja, acabou aquela festa de batalhar em qualquer lugar e esperar uma vitória.

Outra mudança considerável da atualização 1.7.0 são as melhorias na IA em batalhas de cerco. As batalhas de cerco são um ponto criticado desde o início do período de acesso antecipado de Bannerlord. Primeiro por conta do sistema de ordens que era confuso e segundo pela IA não se dar muito bem com escadas ou até mesmo avançar por portões. A versão 1.7.0 corrige parte disso, mas não elimina inteiramente possíveis erros. Fiz três batalhas de cerco e por mais que designar ordens está mais fácil, ainda rola o tradicional “empurra empurra” na saída de escadas e vi algumas das minhas tropas se jogarem das muralhas, ao menos foi engraçado.

Do pouco que eu joguei da versão 1.7.0 e dos betas anteriores, acredito que Mount & Blade II: Bannerlord está finalmente começando a se tornar a “sequência” que muitos esperavam. A maioria dos problemas de memória foram corrigidos, quem tem um computador mais fraco agora pode tentar rodá-lo com visuais melhores graças a otimizações em múltiplas áreas (streaming de texturas, tempo de carregamento, etc).

Além do que, se você está há um bom tempo sem jogar Bannerlord, vale a pena revisitá-lo. Dezenas de habilidades foram adicionadas ou rebalanceadas, o sistema de companheiros de combate e negociação entre personagens foi revisto, o jogo possui novas quests para quem joga no modo single-player. Além do que, ele já tem o bom e velho modo “sandbox” onde a sua imaginação ou melhor – a quantidade de terras que você pode tomar – é o seu limite.

A lista completa de alterações está disponível no site da TaleWorlds; recomendo ler tanto da versão 1.7.0 quanto as das versões anteriores para ter uma melhor noção de como o jogo está no presente momento.

Versão 1.7.0 de Mount & Blade II: Bannerlord conta com tradução para português

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.