Monster Hunter Rise

Quem esperou tanto tempo por Monster Hunter: World certamente esperou por Monster Hunter Rise, certo?…certo? Bem, depois de um tempo considerável no Switch, a versão mais recente do jogo de caça de monstros da Capcom está disponível via Steam a partir de R$179,90.

Para quem não acompanhou o lançamento de Rise no Nintendo Switch, ele é igualmente uma “evolução” das mecânicas de Monster Hunter: World enquanto ao mesmo tempo traz de volta alguns elementos que podem ser considerados clássicos. O mapa possui menos monstros do que Monster Hunter: World, mas as telas de carregamento entre áreas do mapa foram embora de vez.

Outra adição interessante é o “Wirebug” — que permite uma movimentação mais ágil pelo mapa, controlar presas por um período limitado, se esquivar de ataques e outras habilidades específicas. Ele ao meu ver é um dos pilares que diferencia Monster Hunter Rise de Monster Hunter: World.

Como é de se esperar da Capcom, a versão PC tem suporte a monitores ultrawide e resoluções 4K, texturas melhores em relação a versão Switch, e todo o conteúdo lançado até então para o jogo.

Vale também lembrar que a expansão “Sunbreak” está prevista para sair esse ano, com sorte com menos diferença de tempo entre a versão PC e Switch. Muitos jogadores reclamaram da “falta de conteúdo” no lançamento de Rise. Mas, levando em conta a enormidade de tempo que eu demorei para completar o conteúdo base de Monster Hunter World, creio que a quantidade vai estar de bom tamanho para mim.

Monster Hunter Rise já está disponível para PC

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.