The Long Dark

Já faz um tempo que não encosto, e não escrevo sobre, The Long Dark. Passada a correria da E3 desse ano, e com as próximas semanas sem lançamentos significativos, acho que é uma boa hora de voltar a jogá-lo. Especialmente porque a Hinterland Studios lançou na última sexta-feira uma imensa atualização com um novo mapa e novas mecânicas para o modo survival.

Em fase de refinamento desde abril desse ano, a “Vigilant Flame” — nome dado a atualização — inclui a região Hushed River Valley, que se conecta a Mountain Town e é especialmente voltada para quem já tem experiência com The Long Dark. O mapa se destaca pela verticalidade e pela carência de abrigos ou casas. Em compensação, é uma das áreas mais densas de recursos e mantimentos.

Os mantimentos agora tem maior importância por causa do novo sistema de cozimento de The Long Dark foi completamente trazido com atualização. Agora você poderá cozinhar diferentes tipos de alimentos manualmente (sem a necessidade da interface) e cada alimento tem um tempo de cozimento diferente. Remova o alimento cedo demais e ele ainda estará cru, remova-o depois de muito tempo e ele estará queimado. Outros elementos que influenciam o tempo de cozimento são a temperatura e onde você está fazendo o alimento (fogão, lareira, fogueira, etc).

Outro ponto importante é a adição de “lore” ao modo Survival, carente desde que foi apresentado pela primeira vez em 2014. Eles aparecem como “Buffer Memories”, documentos armazenados em computadores espalhados pelo mapa, que só são ligados durante a noite e em períodos que a Aurora Boreal estiver ativa. A Hinterland planeja adicionar mais conteúdo narrativo pelos Buffer Memories nos próximos meses.

O trailer da atualização entra em mais detalhes sobre a região e o funcionamento das Buffer Memories. Como um dos meus jogos favoritos de 2017, não posso deixar de recomendar o suficiente.

Modo survival de The Long Dark ganha novo mapa

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.