Você sabia que houve uma época que a Konami fez ports de Metal Gear Solid 1 e 2 para PC? Não fico surpreso se a resposta for “não”. Eles eram pouco conhecidos e um tanto difíceis de rodar nos PCs atuais. Felizmente, a empresa deu uma dentro em 2020 e os relançou junto com outros clássicos via GOG.

As versões para PC de Metal Gear Solid 1 (R$49,89) e Metal Gear Solid 2: Substance (R$49,89) receberam poucas mudanças em comparação com as disponíveis em meados de 2000. MGS 2: Substance possui suporte para widescreen e ambos os jogos detectam controles como do PlayStation 3 / 4 e Xbox One sem problema algum. Portanto, não espere milagres como texturas de altíssima qualidade ou uma taxa de 60 quadros por segundo no caso de Metal Gear Solid 1.

Para fechar os anúncios, a empresa disponibiliza o Metal Gear original de 1987 (R$29,90) e o “Konami Collector’s Series: Castlevania e Contra” (R$29,90). Este pacote inclui Castlevania, Castlevania II: Simon’s Quest, Castlevania III: Dracula’s Curse, Contra, e Super C. Vale também apontar que essa não é a mesma disponível para PlayStation 4, mas sim uma compilação lançada em 2002.

Do que eu joguei de todos os jogos até então, não encontrei nenhuma grande dificuldade em rodá-los no Windows 10. Todavia, é bom avisar para os mais puristas que o “Konami Collector’s Series: Castlevania e Contra” não possui todos os “slowdowns” que estão presentes na versão de NES. Tal como Metal Gear, a coleção tem suporte para os principais controles disponíveis no mercado.

Agora, quanto tempo até alguém lançar um pacote de texturas para Metal Gear Solid 2?

Metal Gear Solid 1 e 2 são relançados no GOG

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.