Fantasy General 2

Quem jogou a campanha principal de Fantasy General 2 sabe o quão irritante são os lizardmen. Seres asquerosos, irritantes e difíceis de serem derrotados dado a sua agilidade no campo de batalha. Bem, no dia 25 você poderá “se vingar” com o DLC Evolution, que inclui uma campanha, um novo herói e novas missões para o modo Onslaught.

A campanha que dá nome ao DLC se passa antes dos acontecimentos do jogo base e traz uma maior flexibilidade em relação a como você progride nela. Os Lizardmen são uma raça interessante de se jogar, primeiro por serem ótimos em emboscadas e segundo por usarem pontos de “evolução” ao invés do sistema tradicional de recrutamento de tropas — que varia entre uso de armaduras e dinheiro.

As duas primeiras missões que joguei da campanha foram um tanto impressionantes do ponto de vista narrativo – uma tribo que foi expulsa de sua terra local e agora busca um novo lar – como a maneira que você tem para explorar o mapa em busca de recursos adicionais.

Para ter uma ideia do quão diferenciada ela é, eu sequer me importava em eliminar oponentes que não eram de outra facção na campanha base. Em Evolution cada inimigo pode ser a minha chance de ganhar um ponto de “evolução” e melhorar o meu exército.

Entretanto, já deixo bem claro que a campanha não é voltada para novatos. Apesar da agilidade dos Lizardmen e a sua capacidade fantástica de emboscada, eles possuem quase nada de ponto de vida e suas armas rudimentares podem perder eficácia caso batam de frente com um inimigo mais poderoso.

Como disse, eu estou ainda bem nos estágios iniciais da campanha mas se o design dos mapas e versatilidade dos Lizardmen forem bem aproveitadas, Evolution tem o potencial de ser o melhor DLC para Fantasy General 2.

Isso sem contar que eu ainda tenho que jogar a campanha Onslaught para ver os novos mapas e o novo herói. Haja tempo!

Para uma visão geral dos Lizardmen e Evolution, recomendo dar uma olhada no vídeo abaixo:

Lizardmen são o tema de Fantasy General 2: Evolution

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.