Isonzo

Em nota, a M2H e a Blackmill Games anunciaram que vão continuar a sua série de shooters ambientados na primeira Guerra Mundial, desta vez com o foco no fronte Italiano com Isonzo.

Assim como foi com Tannenberg, voltado para o fronte oriental da guerra, Isonzo almeja se “distanciar” ainda mais das batalhas de trincheiras de Verdun com mais batalhas em cidades e montanhas. O trailer de anúncio, apesar de não mostrar muito da “jogabilidade” em si, já dá uma boa noção de que vai ser um jogo um tanto mais dinâmico e com mais verticalidade do que os feitos pela Blackmill Games até então.

Isto é ao mesmo tempo empolgante e preocupante, pois Tannenberg foi um ótimo jogo mas ele perdeu o ritmo lento de Verdun e não conseguiu compensar isso com mudanças significativas na movimentação ou uso de armas. A minha sensação era de que a Blackmill Games tentou na época capturar um pouco da “audiência” de Battlefield 1, mas dado as diferenças entre as mecânicas, não alcançou o objetivo.

Tudo indica que a desenvolvedora aprendeu a “lição” e que Isonzo vai ser aquele shooter de “nicho” mas bem recebido pela comunidade. Da minha parte fico interessado em como eles vão fazer para que batalhas em regiões montanhosas tenham a mesma sensação de atrito daquelas que rolaram durante a primeira guerra mundial.

Isonzo está previsto para sair ainda este ano no PC, PlayStation 4 / 5, Xbox One / Series S e X.

Isonzo é o novo shooter dos criadores de Verdun

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.