Crusader Kings 3

Quem falar que algum jogo da Paradox é fácil de aprender está mentindo. Mas isso não quer dizer que a desenvolvedora não tem tentado ao menos melhorar os seus tutoriais ao longo dos anos. Stellaris já foi um belo avanço e – pelo que o novo diário de desenvolvimento de Crusader Kings 3 indica –, ele vai ser o próximo.

A Paradox finalmente vai introduzir uma enciclopédia competente dentro do jogo; o intuito é diminuir a dependência dos jogadores em wikis e outros recursos como vídeos ou guias. Outra melhoria mencionada é o sistema de tooltips que segue a linha de Stellaris, do 4X “At the Gates” e de RPGs como Pillars of Eternity. Ao colocar o mouse sobre um termo sublinhado, Crusader Kings 3 vai abrir uma nova janela com uma explicação do que ele é e uma aplicação prática dele.

Ainda no tema “aplicação prática”, o jogo te direcionará a possíveis opções que podem ser feitas em dados eventos ou situações. Por exemplo, se você não souber o que fazer após conquistar um território, ele dará pequenas dicas do que pode ser útil para você ou seu reino.

O vídeo também entra em detalhes nos tipos três tipos de governos iniciais do jogo, Feudal, Tribal e Clãs. Os sistemas permanecem relativamente parecidos com o de Crusader Kings 2. A Paradox menciona um novo menu de “visão geral” para o seu reino, mas não o mostra nem nos vídeos nem nos últimos diários de desenvolvimento. Minha suposição é que ele ainda está em desenvolvimento e o visual está longe do final.

Por fim, o vídeo fecha com detalhes sobre facções e guerras civis. O sistema de facção é o mesmo de Crusader Kings 2. Quanto mais descontentes e maior a força militar deles, maior é a ameaça. Entretanto, guerras civis não causam a criação de um reino temporário. Os membros da facção agora irão parar de dar dinheiro e tropas para o senhor feudal (ou o equivalente do tipo de governo), assim como não garantirão mais acesso a certas habilidades ou decisões.

Outra mudança importante é que eles agora poderão atacar vassalos que não estão diretamente ligados a guerra civil. Estou deveras curioso para ver como isso vai funcionar, pois imagina você entrar em uma guerra civil, os membros da facção atacarem um dos seus vassalos, ele ficar irritado com você e criar outra facção? Isso sim é o espírito de Crusader Kings.

O game ainda não tem data de lançamento, mas não espere que ele dê as caras no primeiro semestre.

Guerra civis, novo tutorial e mais no novo vídeo de Crusader Kings 3

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.