Fates of Ort

Certos jogos são fáceis de entender assim que você lê a premissa deles, seja um soldado, um herói, um mago e afins. Fates of Ort da 8Bit Skull, não é um desses. Previsto para 31 de março no Steam, ele te coloca no papel de um mago, mas ao invés de usar um sistema em turnos ou em tempo real, ele une os dois.

Com um estilo bem “open ended” como em jogos do tipo Morrowind e Escalon, a história de Ort é bem “tradicional”. O mundo de Ort está em apuros e só você – e sua magia – podem salvá-lo.

O que o torna interessante no meu olhar é o seu sistema de combate em turnos. Navegação pelo mapa acontece em tempo real, inclusive quando você batalha contra monstros. Todavia, ao interromper uma ação, todo o sistema altera para um sistema em turnos. Ou seja, você tem que decifrar quando você deve avançar ou não, quando usar magias e qual a velocidade dos inimigos. Chega a ser um estilo próximo ao que se vê em roguelikes, mas com um “twist” próprio.

Outro ponto que levantou meu interesse é que magias custam pontos de vida. Use-as em demasia e você morre. É um elemento estratégico que eu não esperava ver em um jogo como esse. Nem imagino como deve ser estressante batalhar contra múltiplos monstros.

Infelizmente o preço no Brasil ainda não foi divulgado. Espere algo entre US$9,99 e US$19,99.

Porém, antes de colocar na sua wishlist, recomendo dar uma olhada nos dois trailers divulgados. O primeiro mostra Fates of Ort em ação, e o segundo é uma partida feita pelo desenvolvedor Alex Asvegren.

Fates of Ort é um RPG que une batalhas em tempo real e turnos.

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.