Dap

A primeira menção que fizeram para mim sobre “Dap” é que ele era parecido com Pikmin, o que soa uma ótima ideia. Só esqueceram de falar que é “Pikmin mas se fosse um jogo de terror em um ambiente surreal e com personagens perturbadores”. Foi aí que eu gostei ainda mais do conceito.

Previsto para sair em 29 de setembro no Steam, o conceito é bem simples: em cada mapa você deve coletar criaturas chamadas Dap e guiá-las até o final enquanto desvia e combate monstros, soluciona quebra cabeças e tenta não ficar apavorado com a ambientação.

Pelo trailer que foi divulgado junto com o anúncio, a jogabilidade em si parece bem simples – o que eu vejo como um ponto positivo nesse estilo de jogo. Colete os Daps, mova-os para locais específicos para solucionar quebra cabeças, alie-se com eles para derrotar inimigos ou sacrifique-os para se safar de alguma perseguição.

Dap é o tipo de jogo que me atrai mais pelo cenário. Por exemplo, por que diabos a cabeça de uma criança está presa ao solo e há veias saindo dela? O que é aquele ser com chifres? Que mundo é esse onde tudo parece ter dado errado?

Ainda bem que eu não fico tão apavorado com jogos surreais…. eu acho.

Explore e resgate pequenos seres no surreal “Dap”

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.