Você se lembra de Atlas Reactor, o jogo de estratégia em turnos da Trion Worlds que durou pouco tempo por ser voltado a partidas online em um mercado abarrotado de jogos free-to-play? Pois bem, ele vai retornar como Atlas Rogues pelas mãos da Gamigo e voltado para o PVE a partir desta quarta-feira (18).

A premissa do jogo se mantém praticamente a mesma: você controla um grupo de mercenários com habilidades especiais (pense nele como heróis) que devem eliminar soldados da facção Trust para obter as chamadas “Reactor Keys”. Tais “Reactor Keys” são a chave para que a cidade de Atlas não sucumba a catástrofe.

A diferença entre Reactor e Atlas Rogues é a introdução de um sistema de campanha roguelite. Cada campanha e mapa é gerado aleatoriamente. Perca a campanha e você volta para a estaca zero. A Gamigo não entrou em detalhes se haverá algum tipo de “metaprogressão” em Atlas Rogues, mas não duvido que isso fique limitado para a evolução dos personagens.

Não sei se Atlas Rogues fará sucesso, mas ao menos fico feliz em ver o jogo sendo ressuscitado mesmo que sem o seu componente PVP. Eu adorei o que eu joguei de Atlas Reactor e espero que o mesmo aconteça com Rogues.

Atlas Rogues estará disponível a partir das 14h desta quarta (18); preço no Brasil ainda não foi definido.

Early Access de Atlas Rogues começa nesta semana

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.