Command & Conquer Remastered

Eu tenho muitos motivos para criticar algumas atitudes da EA, mas a maneira que ela tem lidado com Command & Conquer Remastered Collection não é nada mais nada menos do que excepcional. Além de ter mantido um constante contato com a comunidade desde o começo do projeto, a empresa anunciou nesta semana que disponibilizará o código fonte tanto de Tiberian Dawn como Red Alert sob a licença GPL 3.0.

A decisão abre um leque de oportunidades para a comunidade de mods, que até então dependia de programas de terceiros como o OpenRA para suporte a partidas multiplayer ou uma maior variedade de mods. Isso garante não só uma maior longevidade para o título, é a chance da comunidade de Command & Conquer botar a mão na massa para criar mods ainda mais ambiciosos do que os já vistos no ModDB.

Os principais modos de jogo a receberem suporte são o Skirmish e as missões personalizadas para um jogador. O que não tenho do que reclamar, afinal a coleção vem com 250 mapas multiplayer e os atuais (e pequenos) torneios que ainda rolam por aí não utilizam nem 1% deles.

Além disso, os mods poderão ser usados tanto na versão Origin quanto Steam. No caso do Origin será necessário copiar os arquivos para uma pasta específica, enquanto o Steam oferecerá suporte ao Steam Workshop. Todos os mods, como esperado, serão de graça.

Command & Conquer Remastered está previsto para lançamento em 5 de junho por R$79,00

EA disponibilizará código fonte de Command & Conquer Remastered

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.