Conglomerate 451

A RuneHeads anunciou que Conglomerate 451, o Dungeon Crawler “cyberpunk” que está em acesso antecipado no Steam será lançado oficialmente em 20 de fevereiro. O preço não sofrerá mudanças.

Originalmente o game ia ser lançado no final do ano passado, mas dado a certos aspectos – como interface e balanceamento endgame – não estarem finalizados, a desenvolvedora achou melhor postergar o lançamento. Isso resultou em mais duas atualizações que melhoraram, e muito, o ritmo do combate.

Todavia ainda não estou muito impressionado pelo conceito de Conglomerate 451. No papel ele é ótimo, uma cidade tomada por facções onde você pode se alinhar com quem quiser e ter um exército de clones.

Na prática ele ainda se fixa demais nos conceitos preestabelecidos do que é um dungeon crawler. A maior diferença entre Conglomerate 451 e algo como Wizardry: Labyrinth of Lost Souls é a temática e uso de mira “manual” para atacar partes específicas dos seus oponentes. Classes como “tank”, “DPS”, “healer” e afins se mantém rígidas e suas habilidades parecem se distinguir apenas por nome. Eu voltei para Wizardry e outros RPGs por conta disso e mapas pouco elaborados – muitas vezes ruas ou um conjunto habitacional sem muita variedade ou segredos. Quero acreditar que a versão final mudará isso, mas não tenho muitas esperanças.

Dungeon crawler Conglomerate 451 ganha data de lançamento

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.