The Ancient Gods

Dane-se, nada mais importa sobre Doom Eternal. Dois Marauders, não um, não meio. DOIS. A iD Software pegou o inimigo mais detestado pela comunidade e os colocou em dobro na primeira expansão de Doom Eternal, The Ancient Gods parte Um. Ela chega em 20 de outubro para PC e consoles.

A história do DLC (se é que você se importa com isso em Doom), se passa após os acontecimentos do jogo base. De acordo com a desenvolvedora, um “mal antigo” despertou após um desequilíbrio no Céus e você deve impedi-lo. Resumindo, Doom sendo Doom.

O que me interessa é a jogabilidade e do que dá para ver no trailer de pouco mais de um minuto ela está “suculenta” e com alguns inimigos novos. Os cenários continuam deslumbrantes e eu certamente irei me divertir destruindo hordas de monstros.

Vale lembrar que The Ancient Gods é um DLC standalone e não requer Doom Eternal. Já aqueles que possuem o jogo base podem comprar o passe de temporada do Ano um. A iD Software também confirmou que donos da versão PlayStation 4 e Xbox One receberão atualização gratuita para o Xbox Series X e o PlayStation 5.

Apesar do foco demasiado na história e algumas críticas sobre os Marauders, eu gostei de boa parte do que Doom Eternal tentou fazer. Meu único desânimo é fazer os eventos semanais / mensais que a iD Software / Bethesda colocam para desbloquear novos itens cosméticos. A campanha é longa demais para acumular pontos e modo multiplayer não caiu no meu gosto.

Por outro lado, o atual evento – Viva Las Vega – que ocorre até 24 de setembro permite você colocar uma skin de Elvis no Marauder. Será que é hora de reinstalar Doom Eternal? Preciso pensar sobre isso.

“DOOM Eternal: The Ancient Gods, Parte Um” tem trailer e data de lançamento divulgados

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.