Dice Legacy

O lançamento de Dice Legacy pelo visto foi uma grande decepção para a comunidade. Poucas opções de “rejogar” cenários e alguns conflitos entre o que os jogadores esperavam do jogo de estratégia / gerenciamento e a versão final. A atualização “Forging a Realm”, lançada nesta terça-feira (23) pode ser uma das mudanças mais drásticas que eu vi em um jogo há muito tempo.

Disponível para aqueles que completaram o primeiro cenário, “Forging a Realm” se foca mais nos aspectos econômicos e menos no combate. Você deixa de ser um líder predeterminado e agora é um avatar “genérico” que tem que atender as demandas da população. Cada demanda tem um limite de tempo e não atendê-las reduz a felicidade da população.

Outra grande diferença é que “Forging a Realm” usa um mapa gerado aleatoriamente ao invés dos mapas fixos do cenário. Por consequência você não pode obter o “final verdadeiro”, mas memórias – bônus que podem ser salvos para futuras partudas – estão presentes no modo. Por fim, para diferenciar “Forging a Realm” do modo tradicional, ele agora se chama “Escaping Fate”.

Eu me lembro muito bem de um amigo reclamando que não gostava dos aspectos de combate de Dice Legacy; ao que tudo indica, a Ravenscourt e a DestinyBIT estão fazendo de tudo para criar um futuro melhor para Dice Legacy. Agora o que me falta é, como sempre, tempo para jogar a atualização.

A lista de alterações está disponível no fórum do Steam.

Dice Legacy recebe modo “Forging a Realm” via atualização

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.