Holy Fury

Fechando o ano de inúmeras expansões (mas menos do que anos anteriores) para seus títulos de Grand Strategy, a Paradox anunciou nesta sexta-feira (12) que a expansão Holy Fury para Crusader Kings 2 será lançada em 13 de novembro por US$19,99. Preço no Brasil ainda não foi divulgada.

Em desenvolvimento desde o começo do ano, a expansão ambiciosa e provavelmente tão assustadora em escopo quanto Dharma ou Cradle of Civilization para Europa Universalis IV. Como o nome indica, uma das principais novidades estão nas mudanças para o sistema de cruzadas. Agora elas serão efetuadas em duas fases: preparação e a guerra em si. Parte da “força” de uma crusada será mensurada pelo War Chest, onde cada líder católico pode doar dinheiro para esse War Chest em troca de relações mais amigáveis e prósperas com o estado papal.

Caso a crusada seja um sucesso, você poderá então tomar uma atitude egoísta, se tornar dono das terras mas não receber de volta o dinheiro investido (e mais) no War Chest, colocar um de seus beneficiários como rei ou rainha, que só te dá uma parte do War Chest ou agir de acordo com as demandas do papa. A última opção pode não te colocar como regente, mas ao que tudo indica, vai ser útil a longo prazo. Sem contar o bônus financeiro e itens obtidos durante a crusada.

O descrito acima é apenas uma pequena, minúscula parcela de Holy Fury. Outros sistemas incluem uma opção de personalizar totalmente o mapa – incluindo que tipos de religiões estarão ou não presentes e em que parte do globo – quais culturas serão as dominantes e a porcentagem de regentes homem ou mulheres, crianças e a média de idade. Isso sem contar cerimonias de coroação, linhagens e mais. Recomendo dar uma lida nos diários de desenvolvimento — presentes tanto na Wiki da Paradox ou via o fórum da Paradox. Destaco o sistema de linhagens, um que vai ser ótimo para aqueles que preferem um tanto mais de “roleplay”.

Cusader Kings II: Holy Fury é confirmado para novembro

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.