Company of Heroes 2

Olha, não tem mais jeito, não tem mais desculpa, não tem mais “ah mas não roda no meu PC” (ok isso serve de desculpa, mas não para aproveitar esta promoção) A SEGA liberou tanto “Company of Heroes 2” como a expansão “Ardennes Assault” de graça até 3 de junho. Para obtê-los, basta acessar a página da promoção no Steam, clicar em Adicionar à conta e ele será seu para sempre.

Lançados em 2013 e 2014, respectivamente. “Company of Heroes 2” e “Ardennes Assault” ainda se mantém como um dos melhores jogos já produzidos pela Relic Entertainment. O jogo base possui uma campanha competente enquanto “Ardennes Assault” dá uma sacudida com uma campanha dinâmica.

Aqueles que estão mais interessados no aspecto online de Company of Heroes 2, tendo o jogo base e a expansão te dá acesso as principais facções do multiplayer, restando apenas as forças Britânicas, que está com desconto de 75% e sai por R$5,74.

Além disso, a SEGA está oferecendo o DLC single player “Case Blue” de graça para quem se inscrever no newsletter. Recomendo pegar caso você não se importe em mais uma pilha de emails que você provavelmente não vai ler (apesar que alguns tem informações bem úteis).

Até hoje a Relic continua a trabalhar e lançar múltiplas atualizações para Company of Heroes 2 – incluindo mapas, nova rotações de mapas para o modo online e balanceamento de unidades. Infelizmente ele não tem uma cena de mods tão ativa quanto o primeiro Company of Heroes, que recebeu dezenas de modificações e até possui facções como o Japão.

Todavia, certas equipes criaram mods como o Wikinger — que já cobrimos aqui no site — incluem mecânicas mais “realistas” como consumo de combustível para veículos, novas habilidades para tropas e um novo sistema de dano para tanques O mod pode ser jogado online e você só precisa do jogo base para isto. Detalhes sobre o Wikinger podem ser encontrados na página do mod no Steam Workshop

Company of Heroes 2 e expansão Ardennes Assault saem de graça no Steam até 3 de junho

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.