Civilization VI

Em nota, a Firaxis e a 2K Games anunciaram o lançamento do “Passe Nova Fronteira” para Civilization VI junto com o primeiro DLC, que inclui os Maias e A Grande Colômbia. O preço, no entanto, é um tanto salgado. R$229,90 para os seis DLCs previstos ou R$49,99 para aqueles que quiserem apenas as duas novas civilizações. Vale lembrar que o jogo base está de graça na Epic Games Store. Para obtê-lo, crie ou faça log-in com a sua conta, ative a autenticação em dois fatores, vá até a página do jogo e clique em Obter. A promoção acaba em 28/05 às 12h (Horário de Brasília).

Voltando ao novo DLC, os maias, encabeçados pela rainha Wac-Chanil-Ajaw, possuem bônus de habitação, produção de fazendas, e de recursos de luxo que estiverem adjacentes ao centro da cidade. Isso não é viável caso construa uma cidade próximo a costas ou regiões de água doce. Sua habilidade exclusiva, Ix Mutal Ajaw, gera bônus de produção para todas as cidades e aumenta o ataque das unidades que estiverem até seis tiles de distância da capital. Por fim, ela possui um distrito exclusivo – o Observatório – que entra no lugar do Campus e dá um pequeno bônus de adjacência caso construído próximo a fazendas ou um grande bônus de adjacência no caso de plantações.

Simón Bolívar, no outro lado da moeeda, é mais voltado para o militarismo. Sua habilidade exclusiva – Ejército Patriota – dá um bônus de movimento para todas as unidades e permite promovê-las sem que o turno delas termine. A Civilização também ganha um comandante general toda vez que entrar em uma nova era.

Duas unidades exclusivas compõem o exército da Grande Colômbia: o comandante general, que nada mais é do que um grande general com habilidades passivas como a opção de bater em retirada, e o Llanero no lugar da Cavalaria. A segunda unidade requer menos manutenção e ganha bônus da ataque caso outro Llanero esteja adjacente a ele. Já melhoria exclusiva é a Hacienda, com bônus de produção, ouro e habitação. Plantações adjacentes a Hacienda recebem bônus de produção.

O novo modo de jogo para Civilization VI – apocalipse – é limitado para aqueles que possuem a expansão “Gathering Storm”. Ela inclui novos desastres como ataques de meteoros e erupções solares, uma nova unidade militar que pode gerar desastres naturais contra outros jogadores, e o mapa entra em um modo “apocalíptico” assim que a mudança climática atinge o nível máximo.

Aqueles que decidirem não comprar o passe ou os DLCs recebem uma atualização com melhorias na vitória diplomática, mais ajustes na IA – ainda mais quando diz questão as vitórias culturais e religiosas – correções na interface e novas ferramentas para mods. Eu não vou por a minha mão no fogo e dizer que a IA de Civilization VI melhorou algo antes de jogar pelo menos duas ou três partidas. Por esse preço, pode ser que demore um bom tempo.

A lista completa de alterações está disponível no Steam, os vídeos abaixo apresentam os novos líderes:

“Passe Nova Fronteira” está disponível para Civilization VI

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.